Mix de estampas

Tem duas palavrinhas que podem assustar os mais despreparados: misturar estampas.  Eita lasqueira, e agora?

Calma, jovem. Nem tudo é tão difícil quanto parece. Vem, comigo.

A arte de misturar estampas requer treino e paciência para ir subindo um degrau de cada vez. Os mais ousados vão querer meter logo um mix de oncinha, zebra e floral. A eles, meus parabéns. Para pessoas mais cautelas (ou medrosas) como eu, melhor ir aos poucos para não causar espanto.

Uma ótima forma de começar é usando os acessórios. Fica tão mais tranquilo misturar assim do que partir para blusa de um jeito e calça de outro, sabe? Escolha acessórios distantes e pronto, se jogue.

IMG_4823

Na foto, optei por uma meia listrada (porque listras é amor eterno) e uma bolsa de oncinha (onça rica, conforme classificação socioeconômica da maravilhosa Constanza Fernandez do blog Futilish). Para iniciar no universo das estampas coordenadas, as listras são certeiras. Com animal print, floral e outras estampas geométricas elas casam com muito mais facilidade do que combinar meio zoológico numa só roupa, por exemplo.

Quando for pegando o jeito, é só ir evoluindo, aproximando as estampas no look, usando em peças mais chamativas. Quando você se der conta, já estará tão profissa quanto Thassinha Naves haha

Anúncios

Look todo branco além do Pinterest

Look todo branco costuma ser controverso. Quem se arrisca a usar, fatalmente tem que ouvir umas piadinhas como: virou enfermeira? Nem tô, só acho branco podre de chique mesmo.

Primeiro que usar roupa toda branca é um privilégio. Privilégio de quem não sai se esbarrando em tudo e se sujando por aí com facilidade hahaha

Processed with VSCO with hb1 preset

Dá pra vestir um look all white sem parecer profissional de saúde, é só sair da caixinha, pensar além. Primeiro de tudo, escolha peças que não transmitam essa mensagem. Depois, inclua acessórios! Eles é que vão demonstrar que você pensou no look por completo e não foi apenas jogando as peças no corpo aleatoriamente.

Na foto, usei a mesma pochete do look anterior todo preto. Aqui ele também serviu como um ponto de cor. Além disso, incluí uma meia arrastão de cano baixo.

Que enfermeira, por mais descolada que fosse, usaria pochete, short e meia arrastão? Acho que nenhuma. haha

E se o seu problema com a roupa branca é aquele ultrapassado discurso de que “branco engorda”, me faça uma gentileza e esqueça isso!

Deixar de usar uma cor apenas porque alguém disse que ela não foi feita para o seu corpo é um absurdo sem tamanho! Que tal rejeitar as regras e opiniões alheias e focar no que você gosta?

Ponto de cor

Para as góticas de plantão, inserir uma corzinha no look pode ser a maior dificuldade. Eu sei como é sempre preferir a versão preta da roupas quando estamos comprando, também passo por isso haha

Mas se você deseja começar a mudar esse cenário, mesmo que aos poucos, a forma mais prática é colocando um ponto de cor! Legal, mas onde esse tal ponto está localizado no mapa? Onde você quiser.

A ideia é escolher algum elemento da roupa como ponto focal, que será colorido. Assim seu olhar basicão neutro não se assusta com tudo muito chamativo, mas o look ganha um quê mais interessante.

IMG_4757

Na foto, usei a pochete vermelha em formato de boca. Acho meio impossível usar um adereço desses e ninguém notar, mas pela roupa ser toda preta ele ganha ainda mais protagonismo.

O mesmo poderia ser feito com um brinco grande, maxi colar, sapato colorido, cinto, bolsa, são infinitas as possibilidades. E, claro, com uma peça de roupa que seja o principal no look. O que importa é conseguir dar um toque diferenciado e sair do básico!

O segredo está nos detalhes!

Foto 1Foto 2

Pequenos detalhes, grandes looks. Vocês provavelmente me verão falar muito sobre simples e importantes elementos de composição do visual.

Com o tempo a gente vai descobrindo o que funciona para o nosso estilo e começa a notar como cada vez mais as nossas escolhas são acertadas. Tive que me adaptar a usar roupas formais por causa do trabalho, mesmo não sendo a minha vibe. Para conseguir adicionar um pouco de personalidade ao dress code, costumava adicionar uns toques que vou falar para vocês agora. Advogadas, esse é o momento, se liguem!

1) Colares: escolha o seu tipo ideal e ganhe um quê esperto de personalidade no look. A ideia ao se vestir é mostrar quem você é, certo? Por isso, optar por um maxi colar com toda certeza transmitirá uma mensagem diferente do que usar um mix de colares fininhos, por exemplo. Mas você pode ir além. Misturar cores e metais. Tamanhos distintos. Ou fazer como fiz: usar a gola da camisa combinada com o colarzão. Amo fechar todos os botões e colocar o acessório por baixo da gola, aparecendo só a parte da frente. É um detalhe bobo, mas que muda demais!

2) Punhos: e se eu deixar o punho da camisa aparecendo para fora do blazer? Vai ficar massa! Experimente arregaçar as mangas, literalmente, mas deixar escapar um pouquinho do tecido por baixo. A naturalidade proposital chama a atenção e, sendo a camisa estampada e/ou colorida, ainda adiciona mais visibilidade à estampa/cor.

3) Flatform: simmm, eu amo! Não sou muito de usar saltos, então a ideia de ganhar uns centímetros a mais sem sofrimento para os meus pés é uma coisa linda! Experimente substituir, num mesmo look, sua sandália rasteira, tênis ou oxford padrão por uma versão flatform. Muito além de ficar mais alta, a plataforma, mesmo que pequena, vai trazer estilo e impacto ao look escolhido. Por ser, de certa forma, mais grosseiro (principalmente numa versão toda fechada como a minha), o salto nesse modelo deve ser equilibrado com peças mais leves e coloridas, para quem gosta de manter um visual mais feminino.

4) Barra da calça dobrada: acho que uso mais assim do que na versão normal haha amo demais mesmo! Esse mini pedaço de pele à mostra ajuda a tirar um pouquinho da seriedade de uma roupa formal. Quando usado em calças sociais, por ser inusitado, fica ainda mais moderno e interessante.

5) Camisa para fora da calça: eu sei que essa escolha não favorece muito as baixinhas, mas não me importo. É mais despojado e incomum num ambiente formal usar a camisa para fora, folgadinha mesmo. Foi uma escolha que, juntamente com o blazer, não trouxe grandes problemas à roupa, que ainda assim ficou usável.

6) Batom escuro: na foto ele está discreto, na vida real não tanto. Sempre optei por batons mais escuros para trabalhar, já que a maquiagem também compõe o visual. A depender do contexto do seu emprego e da sua atuação jurídica é possível dar uma ousada nesse sentido. Mas vá com calma. Nada de meter um esfumado preto, minha amiga haha Vamos transgredir com cautela, por favor!

Meninas que trabalham em escritório, vocês conseguem incluir um quê do estilo pessoal no dress code formal?

Você sabe para que serve a consultoria de imagem e estilo?

Vestir-se bem vai além da escolha da blusinha certa. Aquilo que a gente veste diz para o mundo desconhecido quem somos. Claro que é possível mudar uma imagem a princípio equivocada, mas, na real, tem momentos em que a gente não quer errar. Ou nem pode!

A consultoria de imagem vai além do bê-á-bá sobre roupas. O objetivo é entender quem você verdadeiramente é e conseguir transmitir isso através da vestimenta, acessórios, cabelos e até mesmo do comportamento.

Esqueça as ideias equivocadas que você provavelmente tirou dos programas de TV. Ali, temos apenas um recorte bem pequeno de toda a profundidade envolvida no processo de consultoria. A meta é mais intensa. É entender o outro, desvendá-lo e, aí sim, mostrá-lo ao mundo da forma que ele deseja: acertada e muito mais feliz.

Aos poucos, contarei por aqui como funciona cada etapa. É uma delícia, tenho certeza que vocês vão amar!

3 peças essenciais para uma advogada

Ditar regras sobre o que é essencial ou não na vida (ou armário) de alguém parece muito pretensioso, eu sei. Mas quando se trata de looks formais, existem algumas dicas que não podem ser ignoradas.

Quando se está iniciando na carreira, a vontade que dá é entrar na Zara ou Renner mais próximas e comprar toda a sessão de roupas formais. Mas infelizmente a maioria das mortais aqui não podem cometer esse ato de loucura sem encarar uma grave consequência (popularmente conhecida como fatura no final do mês!). Por isso, vamos começar esse armário de advogada de forma humilde, mas acertada?

Calça preta

Como boa companheira que é, ela pode te acompanhar por dias a fio e, somente trocando de blusa, ninguém provavelmente iria nem notar.

Opte por um modelo que valorize o seu tipo físico e que seja de qualidade, já que ela passeará com você de forma exaustiva por aí.

IMG_5026

Blazer preto

Ele tem uma incrível capacidade de formalizar looks banais.

É só jogar por cima de um blusa sem mangas para estar adequada aos ambientes fechados, sem morrer de calor pelas ruas de Salvador.

Observe a modelagem! Para um primeiro investimento, melhor optar por um modelo básico e mais usável.

IMG_5029

Sapato nude

Sapatos nudes pesam menos visualmente e por isso são melhores que os escuros. Além disso têm um poder alongador da silhueta.

Salto alto não é obrigação! Escolha um modelo fechado de acordo com ambientes formais e seja feliz! Mas antes de comprar repita o mantra: adequação é tudo nessa vida.

IMG_5032

Já tinham alguma dessas peças no armário?

Estilo Navy

Com certeza você já ouviu falar do estilo de roupa navy e acredito que já tenha se encantado com um ou outro look com essa pegada marinheira. A moda navy é inspirada no estilo marítimo e é marcado pelas cores azul marinho, vermelho e branco, o uso do peças de alfaiataria e, claro, das listras! Para não ficar fantasiada por aí, vamos a algumas dicas de como inserir detalhes desse estilo no dia-a-dia:

Montagem 3

Aposte nas cores azul marinho, branco e vermelho! Essas são as mais características do estilo e são muito fáceis de combinar. Sem contar que transitam entre ambientes formais e despojados sem deixar quem as usa muito caricato.

As listras são A estampa do estilo navy. Como boa amante delas que sou, é só ver uma peça listrada que já saio correndo para usar. De todos as larguras e cores, mas normalmente usadas na horizontal, o único pequeno problema (?) é que causam a sensação de aumento na largura da silhueta. Se isso te incomodar muito, a dica é usar uma terceira peça que forme uma linha vertical, como blazers, casacos, coletes, jaquetas, enfim, acho que vocês entenderam a ideia!

Montagem 1

As modelagens de alfaiataria são a cara desse estilo. Shorts estruturados e de cintura alta são perfeitos para montar um look informal e ainda assim elegante. Além disso, esse tipo de cintura (da calça/short) é ótima para definir a cintura (do indivíduo). Se o short for curtinho, de quebra ainda causa a sensação de que as pernas são mais compridas!

Os sapatos que mais combinam com esse estilo são as espadrilles, dock sides e qualquer outro que tenha detalhes em cordas e de amarrações. Se forem listrados e nas cores principais do estilo, a referência fica ainda mais óbvia e difícil de errar!

Montagem 2

E CLARO que os homens também podem usar esse estilo. Como a maior parte da ala masculina não curte demorar muito tempo para se arrumar, nem chamar atenção excessiva para o que está vestindo, as peças navy são ótimas para incorporar um toque mínimo de fashionismo, mas usando roupas básicas e discretas.

560-8200 016-8185

O que vocês acham desse estilo? Costumam usar no dia-a-dia? Me contem nos comentários!